Social Commerce: novas estratégias e o mesmo ingrediente

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Sobretudo em épocas que não se pode prever o seu comportamento, o consumidor se torna ainda mais importante. Mas você sabe como aquecer essa relação com o seu público? Social Commerce é a resposta!

Ao contrário do que muita gente imagina, o Social Commerce não é apenas vender produtos em redes sociais, mas sim tornar a experiência de compra mais social e, em certos casos, integrada a uma rede específica ou várias delas. Assim, o Social Commerce é o ato de integrar a loja virtual (e-commerce) às mídias sociais, permitindo que o usuário interaja com o conteúdo oferecido e classifique a qualidade dos produtos e do atendimento. Nele, a página também fica disponível para comentários, compartilhamentos e outros recursos próprios das redes sociais.

Quando o seu produto ou serviço é compartilhado, seu perfil ganha mais visibilidade e divulgação, isto é, além de oferecer maior interação com o seu público, o Social Commerce permite que você venda dentro das próprias redes sociais.

Mas quais são os diferenciais desse tipo de estratégia?

O Social Commerce, quando executado de forma correta, ajuda a trazer mais credibilidade e boa reputação para a empresa. Vale ressaltar que essa estratégia vai muito além de vender mais por meio da opinião dos usuários. O comércio social também ajuda a empresa a conhecer melhor a jornada de compra de seus consumidores, facilita a expansão de marca e estreita o relacionamento com o público.

Afinal, utilizando o Social Commerce podemos utilizar as mídias sociais para transformar estranhos em amigos e amigos em clientes fiéis.